terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

03º dia - Santa Rosa/ARG a Neuquén/ARG - 391km

Tomamos o café no hotel, preparado por nós mesmos, e depois descemos com as bagagens. Excelente aparthotel do nosso amigo Armando, um gordinho muito simpático. Gente finíssima. El Faro Apart Hotel. Recomendamos a todos que estiverem passando por Santa Rosa, Argentina.


Grazi tomando café no apartamento


Senhor Armando


Nos despedimos dele e depois "agarramos" o desertão da pampa argentina. Retas intermináveis, com excelente asfalto e calor de quase 40 graus. Assim a viagem "rende". Ligamos o piloto automático nos 140 km/h, normal, e deixamos o tempo passar.


arrumando as "tralhas"


intermináveis retas


aqui já estava um calor dos infernos kkk




Paramos para um abastecimento no meio do caminho e depois num "cruce", onde encontramos um excelente restaurante para almoçar. "Cruce Del Desierto". Parece uma miragem no meio do deserto da pampa. Tem hotel, posto de combustível e restaurante. Muito bom. Abastecemos a moto novamente, para garantir nossa autonomia.

A partir de Catriel, avistamos próximo da estrada, vários "cavalos de ferro", os extratores de petróleo. Muitos espalhados pelo deserto. Quente demais. Paramos mais algumas vezes antes de chegar em Neuquén.


abastecendo o bitrem




retas, retas...


chegando na "miragem"




almoçando no "Cruce del Desierto"




muito petróleo na região


e a paisagem segue assim


uma parada na sombra para tomar água e aliviar o calor


Chegamos aqui em Neuquén no meio da tarde. Deu tempo de procurar um hotel com calma. Achamos uma hosteria chamada Belgrano, bem no centro da cidade, por $ 140 pesos argentinos. Conhecemos dois motociclistas argentinos que vieram conversar conosco, na procura do hotel.


chegando em Neuquén a paisagem começa a mudar




motociclistas argentinos


Já estabelecidos e de banho tomado, fomos no mercado comprar algumas frutas para um lanchinho na tarde. Ligamos para os parentes no Brasil e conhecemos um pouco da cidade.


linda cidade


barbadinha: 33 graus




De noite passeamos mais um pouco e depois fomos num restaurante chamado Bambú, ao estilo "Las Tinajas", com um acabamento mais requintado (mas pra ogro???). Quase fomos parados numa blitze policial, por sorte conseguimos dobrar uma esquina antes e escapar da abordagem. Esqueci os documentos aqui no hotel. Jantamos legal. Excelente restaurante, com muita variedade.


a "cena"






Atualizamos o blog com o primeiro dia e agora estamos descansando, pois teremos muita estrada e aduanas pela frente amanhã, em direção a Puerto Montt, no Chile.

Forte abraço a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário