sábado, 9 de novembro de 2013

De Biz na Patagônia 2013 - Equipamentos e Manutenção


Buenas Hermanos!

Falei, falei... e nada de apresentar a pequena "Valente".

Bom... A Honda Biz 125EX vai praticamente original, como veio de fábrica.

Nada de muito "frú-frú", pois o interesse da viagem é fazer uma coisa um pouco mais "Ogra".

A principal alteração ficou nos pneus.

Para segurança, coloquei uns pneus melhores que os originais.

Elegi os Michelin Pilot Sporty.

Na dianteira ficou um na medida original e na traseira coloquei um pneu na medida 110/80-14, que é um pouco mais "gorducho" que o original.






A ideia é ir e voltar com esse jogo. Mas creio que ficará nos sonhos kkk Pelo menos o traseiro terá que ser trocado em viagem.


A segunda modificação foi a instalação de uma vela de ignição NGK Laser Iridium.

Para a Biz125 é a NGK CR6EIA-9.




Essa vela é mais durável, queima melhor e dá mais economia. Eu sempre as utilizo em viagens.

Aos amigos, fica a critério sua colocação ou não.


Outro adicional foi a instalação de um bagageiro, para colocar a base do bauleto traseiro.

Escolhi o bagageiro da marca SCAM.

É um bagageiro fundido em alumínio, sem emendas, e com especificação de até 25kg de carga.





O bom desse é que não necessita abrir as carenagens para a instalação.

Ele vai fixado direto no suporte original, que já tem na moto, por braçadeira inferior.

A ideia é legal e o produto tem um excelente design.

Porém... quando fui instalar a base... onde? Faltou apoio.

Metade da base do bauleto ficava de fora do bagageiro. Esse é o legítimo bonito mas "ordinário".

Mas o amigo Guima resolveu o problema. Confeccionou uma base maior de apoio, em aço galvanizado, para essa viagem.

Ficou "original".


amigo Guima na lida...


ficou original


"pequena" diferença


Aos amigos da SCAM:

Aumentem a área para, pelo menos, poder fixar a base de um bauleto, que eu acho ser o principal objetivo de se instalar um bagageiro em uma moto.

De nada adianta o produto ser bonito e bem acabado se não tem utilidade.

Com aquele base que dispõe, original, não dá nem para instalar a base. Fica a dica.

Problema resolvido. Espero que não quebre em viagem. Vou utilizar um bauleto Givi E55 nele.


A moto foi revisada e trocamos o óleo do motor.

Não tem muito o que fazer pois a moto é nova.


Alguns itens que acho necessário e levarei nessa viagem:

A vela de ignição original (que foi retirada na instalação da Iridium), duas câmaras de ar novas - dianteira e traseira, jogo de chaves, um litro de óleo do motor, kit de reparo de câmaras e espátulas, kit de transmissão e esticador, para alguma emergência.

Kit de transmissão: Sim!

Esse será um dos principais problemas dessa moto na viagem. Essas correntes sem retentores dão muita manutenção e duram muito pouco.

Como é barato e fácil de levar, fará parte do "kit de sobrevivência".

Lembrando que a Biz tem toda a parte debaixo do banco para levar "trecos".

Vou acondicionar todo esse "ferramental" ali.

O bom é que não preciso ficar carregando e descarregando todo santo dia.

Só para comparativo: na viagem de 2005 rodamos mais de 14.500 km, em 34 dias de viagem, com uma CB500 sem qualquer aperto na corrente. Corrente Regina Gold e Kit Riffel.


Em outras sugeriria: filtros ar e óleo, velas de ignição, fluídos (freios, embreagem, cardã), pneus novos, kit de transmissão que dê para ir e voltar (de preferência nova e com corrente com retentor) - se for cardã troca de fluído, verificar cabos e dar um reaperto geral.



Equipamentos

Simples em tudo e o mais racional possível.

Bauleto que ficará fixo na moto. Givi E55 Maxia.





E para o banco traseiro uma mala Givi WP400, de 40 litros.




Ela é impermeável e será muito útil no manuseio na moto e na chegada ao hotel. Muito prática.

Optei por essa mala, ao invés dos alforges, pelo menor arrasto gerado, visto que ficará "escondida".


Outro item que será essencial nessa viagem é o "bídon" de gasolina. O tanque extra.

A Biz tem autonomia de aproximadamente 150km, então serei obrigado a levar um suplemento de combustível para os longos trechos sem abastecimento da Ruta3.

Como serão vários abastecimentos, escolhi um acessório mais "gabarito", específico para isso.

Esse galão tem inclusive o "mangote" interno, quando se abre a tampa, facilitando o abastecimento.


Pressol 5 Litros






Comprei na Loja do Mecânico http://www.lojadomecanico.com.br/produto/73524/22/249/galao-de-polietileno-vermelho-de-5-litros- por pouco mais de R$ 100,00 com o frete.

Demoraram mais de 7 dias para despachar o produto, depois de uma certa "pressão".

Então, se comprarem, tem que dar um "alô" para os atendentes dessa loja.

Mas o produto é excelente, de fabricação Alemã. É específico para o acondicionamento de gasolina.

Recomendo, o produto.


Então é isso pessoal.

Independente da moto é mais ou menos a mesma coisa, com a mudança de apenas alguns detalhes.

Seja uma C100 ou uma K1600GT.

O principal quesito para o sucesso de uma viagem é uma moto bem revisada.


Se eu lembrar de algo mais, eu volto! Post longo kkk

Forte abraço a todos!

Gedson
Rumbo a Ushuaia - De Biz na Patagônia!

4 comentários:

  1. Gedson . muito legal tuas informações. Vou para o ushuaia dia 7 de janeiro de 2014.Eu e um primo. eu de intruder 125 ele de Biz 125.Pretendemos fazer toda a Rota com um documentario.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, eu tenho uma biz 125 EX, e as suas informações foram boas, mas fica uma pergunta... porque vc não colocou um pneu mais largo na dianteira? Porque original é muito fino.

    ResponderExcluir
  3. Uma embalagem boa para carregar combustível é a embalagem de óleo mineral usado na agricultura, só pedir para algum agricultor. Obs: somente embalagens com a faixa de toxidade verde http://agrocontinental.com.br/637-thickbox_atch/assist-756-ce-5-lt-iv.jpg

    ResponderExcluir
  4. qual câmara de ar voce usou no pneu traseiro?

    ResponderExcluir