segunda-feira, 25 de novembro de 2013

De Biz na Patagônia 2013 - Ushuaia a Río Grande Tierra del Fuego Argentina


Hermanos, boa noite!

Acordei meio tarde hoje devido ao “conluio”, como diz o amigo Sérgio Koren, de ontem, na casa do amigo Oscar.

Cheguei era 4 horas da manhã. Maravilha de conversa com os hermanos motoviajeros de Argentina.

Arrumei um pouco as coisas e fui até a “possante” ajustar a corrente de transmissão e passar um óleo para lubrificar.

Trouxe um pouco de óleo 90 sintético, que usava no cardã da RT.

Tomei uma xícara de café com a amiga Silvia e nos despedimos. Outra despedida emocionada kkk

O que fazer¿

Passei no posto para abastecer e já havia uma fila de mais de quadra.

O frentista me deu a dica de colocar a gasolina Premium, do outro lado do posto, que não havia filas.

Estava vazio.

Listo!

Aproveitei para calibrar os pneus e segui rumo a Río Grande.

Na saída da cidade, sacando as últimas fotos no pórtico de Ushuaia, encontro um amigo do Latitud e já proseamos mais um pouco.

Esse pessoal é fantástico.

Segui por montanhas nevadas, bosques, riachos... a exuberante natureza mostrando toda a sua beleza.

Estava tudo nevado na volta.

A dica para quem está chegando ou saindo de Ushuaia é fazer essa última “perna” de Río Grande a Ushuaia em um dia.

E sair cedo para tirar muitas fotos pelo caminho. Estrada de cenas de filme.

Parada obrigatória em Tolhuin para abastecer no YPF da Ruta 3.

Encontrei com alguns amigos argentinos em moto e já furei uma fila de carros que havia por ali.

Muitos carros. Sem condições.

Aproveitei para tomar algo e fazer um “almoço”, pois não havia comido nada no dia.

Já era quase 15h e eu estava só com aquela xícara de café preto... e para sustentar esse “corpinho" não é fácil.

Passei por vários amigos regressando as suas casas, principalmente Río Grande.

Hoje, segunda-feira, foi feriado aqui na Argentina e havia muito trânsito de volta a Ushuaia.

Meu mau de hoje foi o vento.

Muito vento lateral.

Pilotei devagar e com muita atenção, pois estava forte mesmo.

Quando eu falo em vento na Tirra del Fuego o pessoal não acredita.

É forte mesmo e requer atenção na pilotagem... se não é dois toques para sair da pista.

Cheguei em Río Grande era como 17h.

Procurei o hotel que havíamos ficado na ida. Gran Hotel Laserre.

“410 pesos para una persona.”

Me lembrei de um hotel que havia ficado por aqui em outras ocasiões.

“Alojamiento Rawson”. Calle Estrada 756. No centro.

“200 pesos para una persona com baño privado”. "Listo".

Esse hotel é do tipo “pulgueiro”, de viajante, para dormir e sair.

Porém com alguma segurança. A moto pode entrar dentro do hotel.

Tem calefação sempre “bufando” e o banho é quente. Tudo a gás encanado.

Não pensei duas vezes. Já saiu a “cena” de “regallo”. Kkkk

Tomei aquele banho e sai a pé procurar um restaurante para jantar.

Voltei agora a pouco e estou escrevendo o diário e olhando uma televisão.

O vento sopra forte e faz muito frio lá fora. Muito vento e muito frio na Terra do Fogo.

Hoje resolvi ficar aqui por Río Grande.

Iria tocar até Punta Arenas ou Puerto Natales, mas como sai um pouco tarde de Ushuaia não teria condições de fazer toda a quilometragem de dia.

Mais rípio, o transbordador (ferry) e duas aduanas. Sem chance.

Jantando e conectado ao celular fiquei sabendo que os amigos Sandro e o Catarina estão aqui na cidade e amanhã vão a El Calafate.

Veremos qual vai ser o destino da Possante amanhã.

Saludos a todos!


Gedson
Honda Biz 125 ADV

Nenhum comentário:

Postar um comentário