sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Revisão da moto

Quarta-feira a tarde, a RT foi para uma pequena revisão e uma lavagem caprichada. Levei na oficina do meu amigo Luciano Malinoski (Relicário), sempre caprichoso com o serviço, e que recomendo a quem estiver passando por Erechim e precisar de algum ajuste ou reparo na moto. É um serviço especializado, nota 10.

Trocamos os pneus. Substituímos os originais Continental por dois Michelin PilotRoad2, nas mesmas medidas. Aproveitando para fazer o balanceamento das rodas. Por precaução, mandei trocar o óleo do cardã e da caixa de transmissão. Filtro de ar limpo, não troca, somente na volta. Filtro de óleo e óleo do motor já tinham sido trocados, estão com 600km e com troca prevista somente na viagem. Velas são as originais, novas portanto, com apenas 11.600km rodados, não trocamos. Freios estão 100%, tanto pastilhas, como fluído. Enfim, uma revisão para deixar a moto de acordo para enfrentar os 12.500km previstos para essa viagem.

desmontada

trocando óleo cardã







O Luciano caprichou no "banho" e polimento da RT, deixando a moto com ar de nova (mas é!), mas creio que será tudo em vão, pois a previsão é de chuva para o final de semana. Mal sabe ela o que lhe espera nessa viagem hehehe. Sem choro... e estamos quase no dia!


o "bitrem" sendo lavado

pneus novos

não dura muito tempo limpa assim...



Forte abraço a todos!

domingo, 24 de janeiro de 2010

Falta pouco

Hoje estamos a uma semana para o início da aventura. Faltando apenas alguns detalhes, como a chegada da mala-tanque, por exemplo, que foi importada e está demorando para ser entregue devido a lentidão nos Correios. Creio que no começo da próxima semana já esteja em mãos. Mais alguns acessórios como velas iridium, filtro de ar K&N e um conjunto de pastilhas de freio, ficarão para o nosso retorno, infelizmente. Isso que foram comprados com uma certa antecedência (50 dias).

Fiz o Seguro Carta Verde com um despachante muito bom, chamado Paulo Emplacamentos, de Uruguaiana (RS). Depositei na segunda-feira dessa semana, enviou por carta registrada na terça e já na quinta-feira, estava com o documento em mãos. Paguei R$ 165,00 para 30 dias. Recomendo a quem precisar do documento. Passaportes, carteira internacional de habilitação (como segundo documento), Carta Verde, documentos da moto, seguro total da moto, mapas e roteiros. Tudo certo com os documentos.

Equipamento de viagem em condições. Jaquetas de cordura Ixon Horizon/Cheek e calças Climber. Capacetes Nolan 102VPS com intercomunicador. Luvas e botas. Levaremos dois conjuntos para chuva da Pantaneiro (leves). A mala-tanque será uma Givi T410, expansiva, de 22 a 33 litros. Foi instalada na RT uma base para bauleto da Givi, que receberá um Maxia3 de 55 litros, melhor e maior que o original.


mala-tanque T410



bauleto Maxia3



O único porém da RT, é ter aqueles "marmitex" laterais, muito pequenos e com abertura ao "meio", e o pior, com fixação padrão da BMW. Depois dessa viagem, para essa não dá mais tempo, vou providenciar uma adaptação "padrão" para a utilização de um par de bauletos laterais Givi E41 Keyless, com abertura superior por uma "portinhola", que abre por código. Somente quem já usou um sistema desses sabe o que estou falando, principalmente em viagens longas. Me acompanharam com êxito nas Hondas CB500 e CBR1100XX que tive anteriormente.









E aguardamos mais essa semana, que não passa... e a vontade de colocar a moto na estrada vai aumentado!

Forte abraço a todos!

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Companheira da estrada

A motocicleta que utilizaremos na viagem é uma BMW, modelo R1200RT, ano 2007, que atualmente está com apenas 11.500km rodados. Essa moto conta com motor boxer, duas velas por cilindro (twin spark), com 110cv, confiável e econômico, e com grande autonomia, pois tem um tanque com capacidade para 27 litros, chegando a fazer médias de mais de 20km/l se rodando no modo "light", garantindo assim mais de 500km sem abastecimento, caso precisar.

Seu forte não é velocidade final, algo próximo dos 220km/h, mas sim muito torque e conforto. A bolha com regulagem elétrica permite até conversar em alta velocidade e escutar o som am/fm e cd nitidamente, ajuda também contra a água da chuva e o vento/frio. Aquecedores de manoplas para as mãos, piloto automático (cruise control), ABS e transmissão por cardã, entre outros "recursos" interessantes que compõe o conjunto.

Essa semana entrará na oficina para uma revisão geral e troca de pneus. Colocaremos um conjunto de Michelin PilotRoad2, pela durabilidade. Será um excelente teste.

Estamos a menos de 15 dias para o início da aventura. Muito bom...





Forte abraço a todos!

domingo, 10 de janeiro de 2010

Roteiro

Rabisquei num mapa, o roteiro e as prováveis paradas da viagem, tudo, é claro, passível de alteração durante o percurso. Seguir a risca o "combinado" nem sempre é possível, devido as "variáveis" que uma viagem longa como essa pode e deve apresentar. Pensando nisso deixamos 2 dias de "reserva" para qualquer inconveniente. Estamos a 20 dias da partida...

Segue roteiro: