segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Novos adesivos para a moto


Essa semana, com muita correria, consegui providenciar um novo jogo de adesivos para o Bi-Trem. Atualizados. De quebra, mandei confeccionar alguns adesivos da viagem para entregar aos amigos que tiver contato. Sempre é bom ter em mãos.






Um Feliz Ano Novo a todos os amigos!

Gedson
R1200RT Erechim (RS)


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Preparativos para a Viagem

MOTO

Como muitos sabem, uma boa revisão no "tordilho" é essencial para dar tranquilidade e garantir um passeio sem "rodeios". A primeira providência para essa foi a troca de pneus. Um novo jogo de Michelin PilotRoad3 foi colocado. Esse PR3 é lançamento, e se seguir a mesma linha de durabilidade e resistência do PilotRoad2, será um excelente pneu para viagens.






Ano passado tive uma experiência muito agradável com os PR2. Na mesma viagem da Carretera Austral, onde tem muito rípio. Ainda voltei caminho de O´Higgins até Chile Chico, depois uma parte da Ruta 40, também em rípio, do grosso, e desci até Ushuaia, retornando pela Ruta 3, costeando o Atlântico. Esse mesmo jogo de pneus durou nada mais e nada menos que 18.000km, sem sequer um furo. Uma avaliação muito positiva se considerarmos o peso da moto, a cilindrada, o que ela levava e as condições adversas das estradas por onde passamos. Piloto, garupa, mala-tanque, dois bauletos laterais e o top. Enfim, moto lotada.

Uma revisão geral na troca de fluídos e partes:

Óleo e filtro de óleo do motor, óleo da caixa transmissão, óleo do cardã. Para o cardã e caixa está sendo utilizado o Tutela ZC 75 Synth, o mesmo das últimas trocas. Filtro de óleo K&N. Para o motor óleo Shell Helix 15W50, com classificação SL. E um novo jogo de velas de ignição Denso Iridium Power, que tem duas a três vezes mais durabilidade que as originais.

Filtro de ar K&N lavável. Verificado pastilhas e fluídos de freio.

Moto "lista".

Sempre que alguém pede alguma dica de viagem sempre informo uma revisão geral na moto antes de partir. A manutenção preventiva é mais barata que a corretiva, ainda mais em viagem. Faz anos que procedo dessa forma e tem dado certo. Óleos, fluídos, filtros, kit transmissão (se for o caso) e pneus novos.


DOCUMENTOS

Recebi a dita Carta Verde, encomendada do Paulo Emplacamentos, de Uruguaiana (RS). Essa é possível pedir antecipadamente e solicitar o envio por carta registrada. Total R$ 191,00. Mas já obtive a informação do amigo Maxi Gilson Miranda, que em São Borja se encontra a mesma por meros R$ 40,00.

Levo ainda uma PID (permissão internacional para dirigir) como segundo documento (você apresenta a PID e deixa na "reserva" a CNH normal, caso os "home" da lei compliquem, o que não é difícil, você ainda terá a disposição a CNH). E o passaporte, para agilizar os trâmites nas aduanas.

Este ano tive que renovar a Carteira Nacional de Habilitação e aproveitei para encaminhar a PID na mesma hora. Aqui no RS custa menos de R$ 35,00 e tem validade por todo o prazo da CNH normal, ou seja, 5 anos.








MAPAS APETRECHOS E AFINS

Para essa viagem resolvi ser o mais racional possível, ou seja, levando o mínimo do mínimo de equipamentos, roupas e acessórios, o que de certa forma, já é muito.

E para o roteiro, rabiscado em meia folha de papel, sem definição de onde será o próximo dia. Só tenho a data de saída e chegada. Isso foi feito na viagem de agosto para a Europa, que também foi rabiscado em meia folha de papel e saiu perfeitamente.

Vou levar um filtro de óleo reserva, algumas chaves para "abrir" a moto e um litro de óleo pro motor (motor boxer consome óleo). Levo ainda um mini-compressor (tirando da casca plástica ocupa menos espaço) e dois reparadores de pneu, além de remendos "estrela". Essa semana recebi uma caixinha da Inglaterra com alguns apetrechos para a RT. O principal deles é a correia do alternador, que levarei na viagem, pois já está na hora da troca. E uma chave para tirar a roda dianteira.

Tem mais uma coisa que vou ter que arrumar sem choro: um galão para gasolina extra. Conforme relatos de vários companheiros motociclistas que estiveram na Argentina, a mesma está sofrendo com o desabastecimento de gasolina (está ocorrendo também na Bolívia) e mesmo a RT tendo um big tanque de 27 litros e fazendo uma boa média de quilômetro/litro, vou levar um "bidón" para garantir.






Contagem regressiva para o início da viagem: 10 dias!

Forte abraço!

Gedson
Erechim (RS)


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

PROJETO MOTO AVENTURA ANDES 2012


Saudações indiada macanuda!

Fim de ano chegando e tirando da gaveta mais uma voltinha pela América do Sul. Sobre duas rodas, é claro. 

O projeto para o começo do próximo ano será um passeio pela região centro oeste da Argentina e Chile, com duração de aproximadamente 20 dias e 9.000km a rodar.

O foco principal será o Parque Triásico ISCHIGUALASTO, na região noroeste da província de San Juan, na Argentina. Importante e bonita reserva paleontológica.



formações rochosas no Ischigualasto





Outro objetivo muito bonito e não muito distante do Ischigualasto é o Parque Nacional TALAMPAYA, que tem como principal atração o famoso Cañon de Talampaya. Situado no centro-oeste da província de La Rioja, na Argentina. Na realidade ambos os parques pertencem a mesma formação geológica.








Seguindo a linha de viagem "cultural", para conhecimento, incluí alguns "Pasos Fronterizos" da Cordilheira dos Andes, divisa entre a Argentina e Chile: 


Paso de Agua Negra. É o "paso fronterizo" mais alto entre a Argentina e Chile, com 4.780m sobre o nível do mar. Província de San Juan e a região de Coquimbo.





Paso de San Francisco com 4.748 metros de altitude. Rípio. Província de Catamarca e a região de Atacama.



E o Pircas Negras, com 4.110 metros de altitude. Província de La Rioja e a região de Atacama.




Gendarmeria Nacional Argentina: PRINCIPAIS PASOS FRONTERIZOS
Gobierno de Chile: UNIDAD DE PASOS FRONTERIZOS


Nesse zigue-zague pelos Andes, cruzarei para o Chile. Visitarei novamente Antofagasta, cidade que eu gosto muito. Se possível visitarei novamente San Pedro de Atacama e Salta. Como estou com "tempo", vou centrar nos "Passos" e nos Parques. E o resto é "lucro".





A viagem será "Solo", pois a minha companheira Grazi, estará trabalhando. Mas o alvará já foi concedido.




E para a montaria? a BMW R1200RT, o Bi-Trem. Essa máquina muito gostosa que já me acompanha (ou eu acompanho ela?) por 50.000 km com muito vigor. A última grande campereada foi uma viagem de 14.500km pela Carretera Austral, até Villa O´Higgins, incluindo o extremo da América do Sul, Ushuaia, em fevereiro do ano passado (2010). Viagem maravilhosa e sem percalços, inclusive reportada parcialmente aqui no blog.







Logo mais, detalhes e preparativos da viagem, com início previsto para o dia 02 de janeiro. Contagem regressiva.


Aproveitando para desejar a todos os amigos motociclistas e ou não um Feliz Natal e um Próspero 2012. Que seja repleto de grandes realizações, muita paz, saúde e alegria!



Forte abraço a todos!

Gedson
BMW R1200RT - Erechim RS